Psicologia das Cores: entenda os significados das cores – parte 1

As cores são carregadas de significados e, como bem colocou Eva Heller no livro “A Psicologia das Cores”, elas afetam nossa razão e emoção.

Entender a simbologia das cores enriquece muito o trabalho de qualquer profissional criativo: primeiro, porque nos ajuda a tomar decisões assertivas em um projeto. 

Por outro lado, fica mais fácil entender quais são os caminhos que não devemos seguir, para não passar a mensagem errada na comunicação visual. 

Apesar de ser bem comum vermos por aí explicações simplistas do significado das cores, como “azul transmite confiança, vermelho é paixão”, é importante destacar que o significado de uma cor depende de seu contexto.

De nada adianta escolher uma cor pensando apenas em definição geral sem refletir sobre as cores com as quais ela vai interagir. Se você quer aprender a combinar cores, confira este post sobre a harmonia das cores aqui do blog.

Esta é a primeira parte deste conteúdo sobre a psicologia das cores. Então bora lá:

As treze cores psicológicas

No livro “A psicologia das cores”, que foi minha base para todo este conteúdo, Eva Heller se aprofunda sobre as 13 cores psicológicas. São elas:

  1. Azul
  2. Amarelo
  3. Vermelho
  4. Verde
  5. Laranja
  6. Violeta
  7. Rosa
  8. Marrom
  9. Preto 
  10. Branco
  11. Cinza
  12. Prata
  13. Ouro

As cores contam história

As cores fazem parte da história da humanidade em diversos sentidos. Antigamente, quando a fabricação de corantes ainda era limitada, eram símbolo de status social, representado principalmente pelas roupas.

Não vou me aprofundar neste assunto aqui, mas se você quiser conhecer algumas curiosidades interessantes sobre o assunto, preparei esse post aqui.

Azul, a cor do céu e do divino

Nossas experiências e vivências influenciam muito a interpretação que temos das cores. O azul, que simbolicamente representa o céu, é uma cor presente na vida de todos e que nos remete ao divino.

O azul é o ceu - portanto azul também é a cor do divino, a cor eterna. A experiência constantemente vivida fez com que o azul fosse a cor que pertence a todos, a cor que queremos que permaneça sempre imutável para todos, algo que deve durar para sempre.

Eva Heller

Significados do azul

O azul é a cor da (o):

  • Simpatia
  • Harmonia
  • Confiança
  • Amizade
  • Divino
  • Infinito
  • Frieza
  • Distância
  • Fidelidade
  • Honestidade
  • Intelectual
  • Romantismo
  • Humanidade

A cor do infinito

O azul é a cor do infinito pois produz a ilusão de espaço – quanto mais fria uma cor, mais distante ela parece. Em uma pintura, por exemplo, a perspectiva aérea é criada com graduações de azul, do mais escuro ao mais claro. Quanto mais fria uma cor, mais distante ela parece. 

Nossa experiência demonstra que o azul é gerado pela reprodução infinita de qualquer material transparente. Por isso o azul é a cor das dimensões ilimitadas. O azul é grande.

Eva Heller
azul a cor do infinito
As graduações do azul - do escuro ao mais claro - criam o efeito da perspectiva aérea. Quanto mais distante um ponto, mais camadas de ar existem entre ele e o observador.

A cor da fidelidade

Outro significado da cor azul está relacionado à fidelidade: no inglês, a expressão “true blue”, significa uma pessoa extremamente honesta e fiel. O azul também faz parte do ritual de casamento dos ingleses. 

Na relação com a natureza, flores como miosótis, lobélias e madressilvas são consideradas símbolos da fidelidade, assim como a pedra preciosa safira.

No inglês, existe a expressão "something old, something new, something borrowed, something blue" - na tradição, as noivas usam no dia do casamento algo velho, algo novo, algo emprestado e algo azul. Na série Friends, Mônica "empresta" um moletom azul de uma loja na tentativa de se casar em Las Vegas.

Vermelho, a cor do sangue e da vida

Independente do lugar do mundo em que nascemos, o vermelho faz parte de duas vivências elementares de todo ser humano: o fogo e o sangue. Nesse sentido, vermelho é a cor da força e da vida.

A ação psicológica e simbólica do sangue faz do vermelho a cor dominante de todas as atitudes positivas em relação à vida. O vermelho, como a mais forte das cores, é a cor da força, da vida.

Eva Heller

Significados do vermelho

O vermelho é a cor da (o):

  • Amor
  • Ódio
  • Vida
  • Calor
  • Masculino
  • Força
  • Atividade
  • Agressividade
  • Guerra
  • Perigo
  • Proibido
  • Dinamismo

A cor de todas as paixões

Do amor ao ódio, não há cor que represente melhor as paixões que o vermelho. E o que diferencia como esses sentimentos serão expressados é o contexto em que a cor está inserida. 

Não existe cor destituída de significado. A impressão causada por cada cor é determinada por seu contexto, ou seja, pelo entrelaçamento de significados em que a percebemos. [...] O contexto é o critério que irá revelar se uma cor será percebida como agradável e correta ou errada e destituída de bom gosto.

Eva Heller

Com o azul, o vermelho encontra seu oposto psicológico e cria um acorde que transmite coragem. Ao observar os famosos heróis dos quadrinhos é fácil perceber como a união do azul com o vermelho funciona bem. 

Com o preto, o efeito do vermelho remete ao ódio, à violência e à maldade.

O vermelho não tem como ficar em segundo plano. Nesse contexto, o polo oposto ao vermelho é sempre o azul. O azul é frio, distante, imaterial. O vermelho, na simbologia antiga, é a cor da matéria - porque ele parece tão palpavelmente próximo… nenhuma outra cor é tão materialista.

Eva Heller
No acorde cromático vermelho-azul unem-se as forças do corpo e do espírito. Vermelho-azul é o acorde do charme, do poder de atração, da coragem, da conquista, todas elas qualidades ideais resultantes da supremacia física e mental.
Com o preto, o significado do vermelho muda completamente. O acorde funciona bem como vemos no personagem Dead Pool, um anti-heroi que usa bastante da violência e do humor ácido em suas histórias.

Amarelo, a cor mais instável

O amarelo é a cor mais instável de todas: uma pitada de azul a transforma no verde. uma pitada de vermelho, a transforma no laranja.

Nesse sentido, os significados do amarelo são bastante contraditórios. E, mais uma vez, o contexto vai dizer muito sobre o que essa cor transmite.

Mais do que todas as cores, ela depende das cores combinadas a ela. Perto do branco, o amarelo parece radiosamente claro, perto do preto inconvenientemente berrante. O amarelo é a cor do otimismo - mas também da irritação, da hipocrisia, e da inveja. Ele é a cor da iluminação, do entendimento; mas é também a cor dos desprezados e dos traidores. É assim, extremamente ambígua, a cor amarela.

Eva Heller

Significados do amarelo

O amarelo é a cor da (o):

  • Instabilidade
  • Otimismo
  • Juventude
  • Irritação
  • Hipocrisia
  • Inveja
  • Recreação
  • Alegria
  • Inteligência
  • Leveza
  • Maturidade
  • Advertência
  • Ambiguidade
  • Traidores

A cor do sol e da luz

Todo ser humano tem a vivência do sol e da luz, que são amarelos. Partindo deste simbolismo, o amarelo é uma cor alegre e revigorante, considerada a cor do otimismo e da recreação.

Como cor da luz e da iluminação, o amarelo representa a inteligência.

A cor amarela é também a cor do verão e da maturidade, a “idade dourada”. O verde é primavera, representa o crescimento. O amarelo é o verão, é a fase de floração.

O amarelo é a mais clara e leve das cores cromáticas. Seu efeito é leve, pois parece vir de cima. Um quarto com o teto amarelo tem um efeito agradável, como se tivesse inundado por luz solar. Também a luz de uma lâmpada parece amarela; quanto mais amarela, mais natural e bonita.

Eva Heller
O amarelo irradia como um sorriso.

A cor da inveja e da hipocrisia

O amarelo é carregado de associações negativas – é associado à inveja, raiva e hipocrisia.

O amarelo é a cor de tudo que nos causa raiva. A inveja é amarela - a inveja é a raiva pela posse alheia. Amarelo é o ciúme - raiva pela existência de outros. Também a cobiça é amarela. De acordo com a doutrina cristã, a inveja e a cobiça são dois dos sete pecados capitais. Todos os pecados capitais são facetas do egoísmo. A inveja e os ciúmes são fontes de aborrecimentos eternos; também os avarentos se enraivecem continuamente, pois acreditam que todos querem enganá-lo.

Eva Heller

O frescor do verde

Os significados da cor verde são muitos e variados: mas, quando pensamos em nossa experiência com as cores, não há como dissociar o verde da natureza.

O verde representa o reino vegetal e carrega com ele o frescor das plantas. Ele não é quente nem frio; não é ativo nem passivo. Ele é a cor intermediária.

"O efeito naturalista do verde não depende de nenhum tom especial de verde, e sim das cores que a ele são combinadas: com o azul e o branco - as cores do ceu - e marrom - cor da terra - o verde se mostra absolutamente natural”

Eva Heller

Significados do verde

O verde é a cor da (o):

  • Equilíbrio
  • Natureza
  • Frescor
  • Úmido
  • Tranquilidade
  • Meio termo
  • Vida
  • Saúde
  • Sorte
  • Primavera
  • Fertilidade
  • Juventude
  • Esperança
  • Venenoso
  • Raiva
  • Segurança
  • Liberdade

O verde natural

Como cor da natureza, o verde também representa a vida, o crescimento e a saúde. Também é a cor que representa a primavera, o florescimento e a fertilidade.

Na teoria das cores, o verde é complementar ao vermelho; mas na nossa percepção e na nossa simbologia cromática, o azul é a cor que maior faz contraste ao vermelho - também nesse sentido, o verde fica no meio.

Eva Heller
A rã também é um símbolo da fertilidade. Ela é verde, põe numerosos ovos e assemelha-se a um embrião humano. Por isso, o rei dos sapos da lenda deseja a todo custo ir para a cama com a princesa.

O verde venenoso

A cor verde também é associada ao veneno e ao horripilante. O verde venenoso ganhou essa significação devido à tinta usada pelos pintores antigamente, em referência ao verde-cobre, que possui efeito tóxico.

Porque essa é a mais anti-humana das cores. Qualquer coisa cuja pele seja verde não pode ser humana, nem um mamífero. Pele verde nos remete a serpentes e lagartos, animais repulsivos para muitos, e a dragões e outras criaturas míticas que amedrontam. Os seres das fábulas modernas também são verdes. Os extraterrestres de Marte, por exemplo, parecem ser criaturinhas verdes.

Eva Heller
Verde era a cor predileta de Napoleão: seu exílio em Santa Helena era todo atapetado de verde. Depois de sua morte, químicos franceses investigaram o motivo de sua morte e descobriram uma grande quantidade de arsênico em seus cabelos e nas unhas. A explicação é que, no clima úmido de Santa Helena, o arsênico contido na tapeçaria verde das paredes, na forração dos móveis e nos couros verdes foi se dissolvendo. Napoleão morreu envenenado por arsênico. E ele não foi o único a morrer assim. No início do século XX o verde à base de arsênico foi proibido em todo lugar.

O otimista e versátil Laranja

O laranja é a mistura do vermelho com o amarelo, combinando suas características e contradições, fortalecendo os pontos em comum dessas duas cores. A cor do otimismo é também a cor da versatilidade, representando sentimentos que nenhuma outra cor poderia fazer igual.

A cor laranja recebeu seu nome por causa da fruta laranja, O laranja é a cor cujo aroma é o mais diversificado. O vermelho é doce, o amarelo é ácido, os sabores agridoces da cozinha asiática são em sua maioria laranja.

E o laranja é a combinação de luz e calor. Dessa forma, ele é agradável em termos de ambiente. Sua clareza não é tão aguda como a do amarelo, sua temperatura não é sufocante como a do vermelho. O laranja clareia e aquece, e essa é a mistura ideal para alegrar o corpo e a mente. Misturado ao branco ou tonalizado de marrom, o laranja perde sua força, mas jamais seu calor. o laranja é uma cor feminina, pois aspira ao masculino vermelho.

Eva Heller

Significados do laranja

  • Otimismo
  • Versatilidade
  • Diversidade
  • Recreação
  • Lazer
  • Sociabilidade
  • Extroversão
  • Dinamismo
  • Agridoce
  • Controversa
  • Original
  • Inconformista
  • Perigo
  • Outono
  • Transformação
  • Iluminação (budismo)

Cor da diversão e da transformação

Laranja também é a cor da diversão, da sociabilidade e do lúdico. Com o azul, sua cor complementar, o laranja se fortalece. 

No budismo, o laranja é a cor da iluminação; no pensamento budista ela é o mais alto grau da perfeição. O laranja é a cor simbólica do budismo. Já na China, laranja é a cor da transformação.

Van Gogh já dizia que “Não existe laranja sem azul”. O laranja é cor complementar ao azul - as duas ficam mais fortes juntas.”

Eva Heller
Antes que a fruta laranja fosse conhecida por toda a Europa, a cor laranja não existia. Ela era comumente chamada de "vermelho amarelado”.

A cor do outono x a cor do plástico

Laranja é o outono, em que as folhas das árvores secam e adquirem variados tons alaranjados. 

Na moda, o laranja é a cor de quem quer se sobressair. Assim, o laranja é também a cor dos inconformistas, dos originais.

Na década de 1970, quando a indústria começou a fabricar itens domésticos de plástico em larga escala, o comum é que eles fossem da cor laranja. 

No início da era dos plásticos, nos anos 70, as pessoas sentiam orgulho de seus materiais sintéticos; como não existia nenhum material natural na cor laranja, essa cor foi estabelecida para identificar tudo quanto fosse artificial. [...] No início, o laranja foi a cor de vanguarda do design moderno; com o decorrer dos anos, tornou-se o símbolo do design ultrapassado.

Eva Heller
Quem usa o laranja quer se sobressair. Assim, o laranja é também a cor dos inconformistas, dos originais.

Violeta: a cor da ambivalência

O violeta é a cor dos sentimentos ambivalentes: isso porque ele é a união do vermelho com o azul, cores opostas psicologicamente. Esta incerteza e falta de objetividade é uma característica comum às cores mistas. 

Na lista ao lado você pode ver, por exemplo, que o violeta representa a humildade no Cristianismo, mas também é considerado a cor da sexualidade, um pecado capital para os cristãos.

Na simbologia indiana, o violeta é a cor da metempsicose, a transmigração das almas. Já na psicologia moderna é a cor dos alucinógenos, que devem abrir a consciência a estímulos irreais.

"O violeta vincula a sensualidade à espiritualidade, sentimento e intelecto, amor e abstinência. No violeta todos os opostos se fundem."

Eva Heller

Significados do violeta

  • O violeta é a cor da (o):

    • Ambivalência
    • Oscilação
    • Opostos
    • Inconstância
    • Poder
    • Raridade
    • Teologia
    • Jejum
    • Humildade (cristianismo)
    • Moderação
    • Singularidade
    • Extravagância
    • Vaidade
    • Magia
    • Metempsicose (simbologia indiana)
    • Sexualidade
    • Originalidade
    • Inconformismo
    • Antinatural
    • Feminismo
    • Homossexualidade

A cor do poder e da violência

Na Antiguidade, o púrpura, um tom de violeta, era a cor do poder, reservada aos que governavam o povo. 

Registros históricos bastante antigos mostram essa simbologia do violeta. No Velho Testamento, a púrpura é mencionada como cor de alto preço.

Moisés recebe instruções de Deus acerca de quais cores os véus dos templos e as vestes sacerdotais devem ter: púrpura azulada, púrpura rubra e vermelho escarlate, bordadas em ouro. 

Era a cor com a qual se devia honrar a Deus, portanto também a cor dos soberanos. No Império Romano, somente o imperador, sua mulher e o herdeiro podiam vestir túnicas de cor púrpura.

É digno de observar a proximidade entre os termos “violeta” e “violência”. É historicamente plausível que essa ligação tenha surgido em virtude do púrpura, pois o violeta púrpura era na Antiguidade a cor dos governantes. Assim, essa cor, no tom púrpura, tornou-se a cor do poder. E o nome violeta transformou-se no nome da violência.

Eva Heller
Os mosaicos de San Vitale, em Ravena, que datam de 574, mostram o imperador Justiniano e a imperatriz Teodora, cercados por sua corte. As vestimentas na cor púrpura do casal são de um violeta profundamente escuro - um violeta que tende ao marrom.

A cor mais rara e singular

O violeta é a cor mais rara na natureza, em contraste com o verde, que é a cor mais natural. 

Na moda é uma cor bastante singular, escolhida a dedo por quem a usa. O violeta é considerado inconformista, original.

Apesar de sua frieza, o violeta é uma cor sonora –  e esse efeito especialmente forte quando se combina com a alegria do laranja.

Ninguém usa o violeta de forma impensada, como se usa o bege, o preto ou o cinza. Quem se veste de violeta quer chamar atenção, distinguir-se da massa.

Eva Heller
Apesar de sua frieza, o violeta é uma cor sonora - e esse efeito especialmente forte quando se combina com a alegria do laranja. Violeta-laranja: não existe nenhuma combinação de cores que fuja mais às convenções do que essa.

Espero que este conteúdo sobre a combinação harmônica das cores possa te ajudar a criar paletas de cores incríveis para seus projetos. Até mais!

Nathália Quintão

Nathália Quintão

Designer especialista na criação de identidade de marcas.